Torres comerciais são a bola da vez do mercado

O setor de imóveis corporativos segue crescendo. Depois de condomínios e shoppings, as cidades caminham para receber uma série de torres comerciais. Até 2016, serão no mínimo cinco novos empreendimentos do gênero, o que nos leva a um total de 1.208 salas, dos mais variados tamanhos, formatos e preços.

empreendimentos-corporativos-651-x280$$7428A aposta neste formato de empreendimento foi motivada pela demanda existente, garante Hilton Hugo da Silva Fabri, diretor da Hugo Engenharia, que enxerga na concorrência crescente uma vantagem para o empresário e o mercado. “Concorrência é bom, é a coisa mais saudável, ajuda a crescer. E a cidade estava precisando de espaços como estes que estão surgindo. Existia uma letargia de décadas na cidade, os últimos prédios comerciais datam da década de 80. A economia mudou e o empresário também. Antes eles se instalavam em casas, mas hoje esta opção já não é viável. Prédios comerciais oferecem segurança, tecnologia e bons custos de manutenção”, afirma.

Além da demanda, Edson Tarraf Junior, diretor da Emais e Setpar Incorporações, empresa responsável pelo Plaza Connect, aponta três outros fatores importantes que o levaram a investir no segmento. “Primeiro pelo conceito do projeto. Ele é 100% conectado à estrutura de compras e serviços e entretenimento do Plaza Shopping, ao Hotel Ramada, ao residencial com serviços e ao estacionamento coberto.” Outro quesito importante para a decisão foi a localização. “O empreendimento faz frente para a avenida José Munia, muito próximo a rodovias, ao centro da cidade e ao aeroporto. A localização é de fácil acesso a qualquer ponto da cidade”, diz Tarraf Junior.

Por último, a região imobiliária já consolidada. “Onde o empreendimento se encontra já está consolidado, não é uma região nova, mas uma localização já valorizada, que já aconteceu e é cercada por uma infraestrutura de acessos, comércios e serviços que geram maior comodidade para este tipo de empreendimento”, completa. O Plaza Connect tem previsão de lançamento para 2016. O empreendimento contará com 320 salas e fará parte da expansão do Plaza Avenida.

Para Joaquim Ribeiro, sócio-proprietário da imobiliária responsável pelas vendas das unidades do Iguatemi Business, a demanda vai além da própria cidade. “A cidade está em plena expansão e possui uma região rica que atende cidades com potenciais investidores”, diz. Foi com base neste crescimento da região que a HDauff Empreendimentos Imobiliários resolveu investir R$ 500 milhões no complexo Georgina Business Park, que contará com 12 torres comerciais, além de área residencial, hotel, lojas e restaurantes. Mas há outros fatores de peso em cidades como Rio Preto que chamam a atenção de empresários, como afirma o diretor da HDauff, Rafael Hawilla. “Além de ainda ter espaço para crescimento, a qualidade de vida nesses locais garante uma rotina melhor para os empresários, que não perdem tanto tempo no trânsito, por exemplo”.

Tecnologia é ponto comum

Os novos empreendimentos comerciais prometem trazer para a cidade o que há de melhor em tecnologia e inovação para o mercado.

De acordo com Hilton Hugo da Silva Fabri, diretor da Hugo Engenharia, a ideia com o Navarro é trazer uma nova concepção em prédios comerciais, com o melhor que a tecnologia pode proporcionar. “Juntamos os principais especialistas, 17 projetistas, para trazer o que há de melhor na área, criar uma torre como aquelas que são vistas em São Paulo, Nova Iorque e em cidades do Canadá”, diz. O Georgina Business Park também está focado na novidade, em trazer para a cidade algo que ainda não há em nenhum empreendimento do tipo, afirma Rafael Hawilla, diretor da HDauff Empreendimentos Imobiliários.

“O conceito de business park é novo no Brasil. Consagrado no exterior, esse formato conta com edifícios baixos, onde se destaca o paisagismo, com centro empresarial, apartamentos residenciais, hotel, lojas, restaurantes, academia e muitos outros serviços. Toda essa estrutura é construída em um grande parque arborizado, além de espelhos d’agua, que deixam o ambiente elegante e confortável. Investiremos cerca de R$ 500 milhões para que esse complexo seja referência em todo o Brasil”.

Já no Iguatemi Business, o foco será em três pontos: tecnologia, sustentabilidade e customização, diz Joaquim Ribeiro. “O Iguatemi Business estará a serviço do conforto, segurança e comodidade em diversos itens e diferenciais. Um projeto arrojado com a assinatura de profissionais renomados. Projeto com plantas modulares para os mais variados setores de negócio a altura dos mais modernos escritórios de padrão internacional”.

O mercado aquecido é comprovado nas vendas dos empreendimentos. Com exceção do Plaza Connect, que ainda não começou a ser comercializado, todos os empreendimentos já estão com mais de 60% de suas salas vendidas. O perfil dos compradores é o mais diversificado possível, mas em geral são profissionais liberais em busca de um espaço para montar seus escritórios e clínicas, afirma Hilton Hugo da Silva Fabri, diretor da Hugo Engenharia. “Por sua localização, o Navarro Building teve grande procura por pessoas da área jurídica, advogados e juízes, além de médicos que não possuem procedimentos cirúrgicos, como dermatologistas e psiquiatras”. Ainda segundo Fabri, a busca é focada, voltada para a utilização própria e não para o aluguel. “A grande maioria é de profissionais liberais da própria cidade, em torno de 80%. O restante vem de cidades da região e até de locais como Mato Grosso do Sul e Minas Gerais”.

No Georgina Business Park, além dos profissionais liberais e do setor da saúde, há uma aposta em grandes empresas e a procura pela diversidade de setores, afirma Rafael Hawilla, Diretor da HDauff Empreendimentos Imobiliários. “Queremos trazer grandes empresas nacionais e internacionais. Os investidores variam, já temos compradores do setor da saúde, profissionais liberais, e muitos outros. A ideia é que o nosso empreendimento possa reunir os principais segmentos de atuação e com isso facilitar a rotina das pessoas, que podem resolver diversos assuntos em um só local”.

A Coldwell Banker Commercial é referencia mundial para os negócio corporativos. Veja mais em http://www.cbdobrasil.com.br

Fonte: Diário Web

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s